Renato Morcatti: Pirajá

Museu Nacional da República - DF
2017

O nome da exposição Pirajá surgiu pela confluência de significados. A exposição é composta por duas séries de desenhos "Escala Madre" e "Escala 3x4", e pelas séries escultóricas em cerâmica: "Entre", "Nós" e "Segredos". As cerâmicas foram realizadas em três técnicas distintas: o entalhe, a modelagem e a fundição, em queima tipo Bizen, técnica secular japonesa que dá uma propriedade ímpar de manchas e cores imprevisíveis.